Posts Tagged ‘demência

09
Dez
08

ainda a cerca de

ainda a propósito desta coisa, mais dois bons textos. Um de PPM no Atlântico, e outro de Pedro Lomba no DN, não tanto pela coisa, mas mais sobre o estado geral vivido, e os mesmos de sempre.

Nota: não deixa de ser engraçado como CGP até acaba por fazer um pequeno reparo nos comentários do post de PPM, mas nem 1 linha no Blog onde escreve, onde se limitou a pegar num comentário do take 1, para fazer o take 2.

Anúncios
07
Dez
08

e continua…

Contrariamente ao que seria de esperar, CGP continua..

Em resposta às várias vozes que se levantaram contra a descontextualização no tempo e no meio, CGP opta por acrescentar mais uma, o espaço… A sua solução para defender a sua posição, é ir buscar mais um discurso politico, desta vez de Margaret Thatcher. Comparar Portugal com Inglaterra, ainda hoje seria errado, mas em 75, com o país ainda a viver o periodo pós-revolução, com golpes e contra-golpes, quanto a mim, reforça a minha posição sobre o estado do autor.

A caixa de comentários desse post, tem já boas explicações, pelo que dispensa mais escrita.

07
Dez
08

Insurgente Hackado?

Quando vi esta demência, a primeira coisa que me veio à cabeça foi que algum Jugo ou membro equivalente, teria hackado o blog O Insurgente!

Contudo, após alguma pesquisa, tal parecia não se confirmar.
Pensei: “Ok, no problem, daqui a algumas horas deverá aparecer uma explicação lógica.”

Mas logo no dia seguinte, confirmou-se o pior

Ricardo Pereira ainda tentou, mas o melhor que conseguiu foi que o autor usasse o seu comentário para confirmar o seu estado, e fazer equiparações absurdas – antes de tal equiparação ainda pensava que se trataria do CAA lá do sitio.. depois de tal, vejo-me obrigado a pedir desculpas a CAA por ter pensado em tal equiparação.. Afinal CGP está mais no estado de Diogo F.A., Mario S., e tantos outros espalhados por esses lares do nosso país.

Se ao menos tivesse dado ao trabalho de ler, tal como JoaoMiranda o expôs no Blasfémias, e em vez de ir buscar um excerto de um discurso  de encerramento do I Congresso Nacional do PPD, tivesse lido algo mais substancial, talvez tivesse conseguído evitar o ridiculo 1 e o completamente despropositado 2.

Mas não haja ilusões. CGP cometeu um erro habitual e costumeiro. Julgar e concluir, dezenas e ás vezes centenas de anos depois, descontextualizando todo o ambiente e o meio, só pode dar realmente em grande asneira.. Daquelas do género que aconteceram depois do assalto ao BES Campolide: “Tirar vidas humanas é errado” => “As autoridades agiram mal ao disparar sobre os assaltantes”. (Não ficaria admirado se CGP pensasse assim).




Visitas

  • 12,065 carregaram na campainha

Calendário

Outubro 2017
S T Q Q S S D
« Jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031