Arquivo de Setembro, 2009



17
Set
09

Da que pensar…

O seguinte post, dá que pensar:

+ escolha na saúde

Anúncios
16
Set
09

Algorismo

Confesso que as letras não são o meu forte… e desconhecia em absoluto esta palavra:

Algorismo

Mas.. adorei 😀

Onde se pode informar estes Sr.s que tem de actualizar o dicionário?

Para quem se preocupa realmente com o ambiente, e prefere a verdade da ciência à “verdade” do markting ao serviço de alguns, um espaço a seguir atentamente.

15
Set
09

Voltei!

No dia em que o Supremo Tribunal de Justiça decidiu indemnizar um casal em 667 mil euros porque a mulher perdeu o desejo sexual a seguir a um acidente de viação, eu volto para comunicar ao pais que vamos pedir indeminização identica .

E porque ? Porque cada vez que este “senhor” aparece cá por casa perde-se todo e qualquer desejo .

E dado que cada vez nascem menos criancinhas não devemos ser os únicos.  Por isso ajudem-nos e corram com ele rapidamente!!!

Dia 27 votem no aumento da natalidade em Portugal!!!

15
Set
09

Alguém me diga que isto não é assim…

É isso mesmo que eu peço.. que alguém me diga que isto não é bem assim.. que é um exagero de leitura, e que nem sequer passa pela cabecinha dos meninos da DGCI e Gestapo Seg.Soc., dar este tipo de tratamento…

“As retribuições do trabalho vão ser mais oneradas com o aumento dos encargos sociais. Subsídios de refeição, ajudas de custo, utilização de automóvel da empresa são exemplos de despesas abrangidas pelo novo Código Contributivo. Além da incidência de IRC à taxa de 10%, estas despesas vão ser oneradas pela Taxa Social Única, representando um encargo adicional de 34,75%.

(…)

Trabalhadores independentes, desportistas, IPSS, pré-reformados, reformados e até padres vão ter agravamento nos custos da actividade, sem obter contrapartidas.

(…)

É o caso do subsídio de refeição, ajudas de custo, utilização de automóvel da empresa, prémios livres, assim como todas as retribuições adicionais que possam ser atribuídas pelas empresas aos seus colaboradores. Estas despesas, que estavam isentas de Taxa Social Única e dentro de determinados limites estavam também isentas de IRS, passam a ser fortemente tributadas, representando um encargo adicional de 34,75% em Taxa Social Única (23,75% a cargo das empresas e 11% a cargo dos empregados).

(…)

Para um automóvel com o preço de venda de €25000, por exemplo, as empresas já estão sujeitas a tributação autónoma de IRC à taxa de 10%, ou seja, €2500. Com o Código Contributivo, vai acrescer TSU de 23,75% para a empresa e de 11% para o empregado, gerando um encargo adicional de €8687,5. Ou seja, só em IRC e TSU vai haver uma tributação adicional de 44,7% do PVP a somar ao ISV e IVA pagos na compra.

Esta roubalheira TEM de acabar!

Se foi para isto que se andou a dar “baliout” e afins à banca e industria automóvel, então não vão resultar, já que vai tudo para a falência/desemprego! Porque estas medidas são incomportáveis!

15
Set
09

Campanha disfarçada…

Nota inicial: Não vi a estreia, e reservo-me a futuro comentário, inclusivé contraditório. Mas assim que vi o anuncio do regresso dos Fedorentos (moços campanha da PT, que é controlada por quem sabemos) e mesmo que o tema do novo programa fosse outro, foi exactamente este o pensamento que me ocorreu… Campanha disfarçada de serventia ao Governo.

Tal como eu esperava, parece que mais gente pensou o mesmo que eu

Btw, será que outras campanhas publicitárias de outras empresas não servirão para pagamentos…? fica a incerteza….




Visitas

  • 12.574 carregaram na campainha

Calendário

Setembro 2009
S T Q Q S S D
« Mar   Out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Anúncios